• 7 de fevereiro de 2023 01:37

PMB Notícias

Notícias do Brasil e do mundo

Governo Lula põe fim à Senapred

Governo Lula põe fim à Senapred, unidade que da apoio e recuperava viciados

A secretaria criada em 2019, trabalhava com mais de 700 comunidades terapêuticas

Em menos de uma semana, o Governo Lula promoveu uma série de mudanças na estrutura do Governo Federal. E uma das medidas que tem gerado grande preocupação foi o fim da Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania (Senapred/MC), que nos últimos quatro anos foi comandada pelo médico psiquiatra Dr. Quirino Cordeiro Júnior.

Para entidades do terceiro setor que atuam na linha de frente da recuperação de dependentes químicos, o fim da Senapred gera incertezas quanto ao futuro dos adictos acolhidos. É que, durante a existência da referida secretaria, o Governo Federal incentivou o trabalho das Comunidades Terapêuticas, por exemplo, investindo no financiamento de vagas para os dependentes químicos sem condições de custear um tratamento adequado.

A Senapred também trabalhou intensamente contra a legalização das drogas no Brasil, sobretudo da dita Maconha Medicinal, bem como atuou em conjunto com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senad/MJSP) para, com os bens do narcotráfico, equipar os sistemas que atuam no acolhimento dos adictos. Como resultado, em pouco menos de quatro anos, mais de 50 mil vidas foram resgatadas da drogadição e diversas ações de prevenção, acolhimento e reinserção social foram desencadeadas por todo o país.

A secretaria, criada em 2019 pelo governo Bolsonaro, trabalhava com mais de 700 comunidades terapêuticas e realizou milhares de atendimentos em seus poucos anos de existência, onde recuperou e reinseriu no mercado de trabalho pessoas que estavam no mundo das drogas.

Em março de 2022, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e a Senapred formalizaram parceria para criar o Sistema Nacional de Prevenção ao Uso de Álcool e Outras Drogas (Sinap).

O modelo realiza a interligação da rede de assistência, que envolve dezenas de instituições e entidades federais, estaduais e municipais, como Unidades Básicas de Saúde, ambulatórios, CAPS, comunidades terapêuticas, hospitais gerais, hospitais psiquiátricos, clínicas especializadas, casas de apoio e grupos de mútua ajuda, entre outros.

No mês passado, a Senapred recebeu um prêmio da Secretária Nacional de Trânsito (Senatran), do Ministério da Infraestrutura, por seus programas e ações de comunicação, educação e informação relativas às consequências do uso de drogas lícitas e ilícitas no trânsito.

Também em 2022, a secretaria também passou a integrar a Câmara Temática de Saúde para o Trânsito (CTST) do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), atuando diretamente na Resolução nº 923, que dispõe sobre o exame toxicológico de larga janela de detecção, em amostra queratínica, para a habilitação, renovação ou mudança para as categorias C, D e E.

SANTANA

SANTANA - Jornalista/ Bacharel em Ciência Política / Sociólogo/ Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia e Política de Segurança Pública

Deixe um comentário