• 16 de agosto de 2022 06:46

Contra-ataque do Planalto

Contra-ataque do Planalto: CPI para investigar as obras do PT já possui assinaturas suficientes

Nesta terça-feira, dia 12 de abril os aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL) tentam criar uma CPI para investigar as obras paradas dos governos do Partido dos Trabalhadores. Importante frisar que a lista já consta com nomes de 28 senadores. Ou seja, tem um, a mais que a quantidade mínima necessária para que o Senado Federal instale a comissão

Os Senadores governistas conseguiram de forma rápida 28 assinaturas para a criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito). Com o objetivo de investigar as obras inacabadas da Educação e supostas irregularidades no Fies de 2006 a 2018, período que abrange boa parte das gestões do (PT).

A CPI para investigar obras inacabadas é um contra-ataque do governo

Depois do Senador Randolfe Rodrigues passar a semana toda em busca de assinaturas para abrir a CPI do MEC. Importante frisar que Randolfe chegou a comemorar a quantidade de assinaturas obtidas. Contudo, diversos senadores retiraram suas assinaturas e o resultado da Comissão de Randolfe foi um fiasco completo.

Por outro lado a lista dos senadores governistas possuem 1 nome a mais do que a quantidade mínima necessário que determina a instalação do colegiado na Casa. Em conclusão, podemos dizer que a abertura de uma CPI para investigar governos petistas é um contra-ataque fulminante do Palácio do Planalto diante da tentativa da oposição de criar uma CPI para investigar as recentes suspeitas no MEC.

https://www.newsatual.com/contra-ataque-planalto-cpi-obras-pt-assinaturas/?fbclid=IwAR1GMr0IWQNULnACsyTOwImCMsUvxsBRV2ORZGNls7DLnowVHf3pTk4w8dw

SANTANA

SANTANA - Jornalista/ Bacharel em Ciência Política / Sociólogo/ Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia e Política de Segurança Pública

Deixe um comentário