• qua. maio 22nd, 2024

PMB NOTÍCIAS

Tudo que você precisa saber, agora ao seu alcance.

JOVENS DA BAHIA CRIAM TÉCNICA QUE PURIFICA ÁGUA COM SEMENTES DE MORINGA

JOVENS DA BAHIA CRIAM TÉCNICA QUE PURIFICA ÁGUA COM SEMENTES DE MORINGA E SÃO DESTAQUE EM MAIOR FEIRA DE CIÊNCIAS DO MUNDO

POR: WELLITON

Uma em cada três pessoas no mundo não tem acesso à água potável. No Brasil, segundo o Instituto Trata Brasil, são mais de 30 milhões de pessoas sem acesso ao recurso, o que causa inúmeros problemas de saúde.

Sarah Fernandes de Oliveira, de 17 anos, e Ana Luiza Oshiro e Maria Eduarda Brandão, de 16, sabem bem o que é isso. Elas moram na cidade de Barreiras, no interior da Bahia, muito próximo de comunidades ribeirinhas que não têm acesso à água potável. Por lá, o Rio Grande – que recebe todo o esgoto do município sem nenhum tratamento – é a única fonte de água da população que vive nessas comunidades.

Estudantes da Escola Sesi de Barreiras, as três jovens se uniram para pensar maneiras de contribuir para o fim dessa realidade e encontraram nas sementes da moringa – espécie já bastante conhecida por seus benefícios para a saúde e também bastante comum no interior da Bahia – uma alternativa para a purificação da água.

A partir de testes feitos em casa, durante a pandemia, e depois em laboratórios de universidades locais, com o apoio de professores pesquisadores, as meninas desenvolveram uma pastilha de sementes de moringa capaz de eliminar da água qualquer presença de coliformes totais e da bactéria E. Coli – principais causadores de doenças relacionadas ao consumo de água imprópria para beber.

Segundo as inventoras, 1 pastilha de 1 grama – feita em até 24 horas usando apenas sementes residuais da moringa – é capaz de filtrar todas as impurezas de 500 ml de água. Nada mal, não?!

A inovação garantiu às jovens o 1º lugar na edição 2022 da Febrace, maior feira de ciências e engenharia do Brasil, e pela vitória também ganharam a oportunidade de apresentar seu trabalho na International Science Engineering Fair, maior feira do tipo do mundo. Agora elas trabalham para aprimorar cada vez mais a descoberta, a fim de tornar sua produção em larga escala possível. Gente precisando é o que não falta…

Fonte: The Greenest Post

By SANTANA

Jornalista/ Bacharel em Ciência Política / Sociólogo/ Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia e Política de Segurança Pública

Deixe um comentário

Verified by MonsterInsights