• sáb. set 23rd, 2023

Procuradores dos EUA investigam perigos do uso do Instagram por crianças

BySANTANA

nov 22, 2021

Big Tech de Mark Zuckerberg ignorou pesquisas internas mostrando que uso da plataforma traz danos à saúde física e mental de crianças e adolescentes 

POR LEONARDO TRIELLI

Um grupo de procuradores-estaduais dos EUA está investigando o Instagram, rede social da Meta Platforms (novo nome do Facebook, de Mark Zuckerberg), e os danos que o uso da plataforma de compartilhamento de fotos pode causar em crianças e adolescentes.

Os procuradores querem saber por que a Big Tech ignorou pesquisas internas sobre os perigos físicos e mentais que o uso do Instagram pode representar para os jovens. Segundo o The Wall Street Journal, a empresa sabia sobre danos que o uso do Instagram pode causar em adolescentes – especialmente meninas – em se tratando de problemas de saúde mental e auto-imagem.

A investigação também se baseia nas denúncias de Frances Haugen, que testemunhou perante o congresso americano e o parlamento britânico. Engenheira de dados e ex-funcionária da Meta, Haugen disse que a empresa costuma colocar interesses econômicos à frente da segurança dos usuários e da saúde de democracias.

Entre outras coisas, os procuradores investigam as técnicas que Meta utiliza para manter os jovens em suas plataformas – e os danos que o tempo prolongado no Instagram pode causar.

A investigação é liderada por uma coalizão bipartidária de procuradores-gerais da Califórnia, Flórida, Kentucky, Massachusetts, Nebraska, Nova Jersey, Tennessee e Vermont. 

Crédito da imagem: Gerd Altmann from Pixabay

Procuradores dos EUA investigam perigos do uso do Instagram por crianças

By SANTANA

Jornalista/ Bacharel em Ciência Política / Sociólogo/ Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia e Política de Segurança Pública

Deixe um comentário