• 29 de novembro de 2022 21:30

PMB NOTÍCIAS

Notícias, Política e Atualidades

Primeiro foguete produzido 100% no Brasil é lançado no Maranhão

Thiago Vinholes

Veículo suborbital VSB-30, lançado do Centro de Lançamento de Alcântara, alcançou altitude de 227 km

No último domingo (23), em pleno Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira (FAB), a Agência Espacial Brasileira (AEB) realizou o lançamento do primeiro foguete suborbital construído inteiramente no Brasil, o VSB-30. O veículo foi lançado do Centro de Lançamento de Alcântra (CLA), no Maranhão (MA), no contexto da Operação Santa Branca.

Segundo informações divulgadas pela FAB, o foguete foi lançado às 14h20 do domingo e atingiu o apogeu em 4 minutos e 1 segundo, alcançando a altitude de 227 km, totalizando um voo de 7 minutos e 44 segundos. A carga útil transportada pelo veículo caiu no Oceano Atlântico a 185 km de distância da costa. O objeto em seguida foi resgatado por militares da força aérea, de helicóptero.

“O voo ocorreu perfeitamente, demonstrando, mais uma vez, a confiabilidade deste foguete e a qualidade desta plataforma de experimentos que permite aos pesquisadores e empresas brasileiras realizarem em um ambiente chamado de microgravidade experimentos como o desenvolvimento de ligas metálicas especiais, o desenvolvimento de fármacos ou outros produtos”, afirma Carlos Moura, presidente da AEB.

Parte da família Sonda de foguetes brasileiros, o VSB-30 é um foguete de dois estágios à propulsão sólida projetado para missões suborbitais de sondagem (direcionado a experimentos em ambientes de microgravidade), podendo operar em altitudes na faixa de 270 km e transportar cargas de até 400 kg. O veículo espacial brasileiro foi lançado pela primeira vez, no Brasil, em 2004.

No lançamento executado no fim de semana, o foguete de aproximadamente 13 metros de altura levou para a baixa órbita terrestre o Modelo de Qualificação da Plataforma Suborbital de Microgravidade (MQ-PSM) e um conjunto de instrumentos para a avaliação do desempenho do voo e o experimento “Forno Multiusuários”, desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Após a analise dos dados de voo e qualificação do equipamento, a Plataforma Suborbital de Microgravidade poderá ser utilizada para a realização de experimentos em ambiente de microgravidade a partir do CLA.

“O Brasil já poderá prover, de forma autônoma, serviços de experimentação em ambiente microgravidade, usando o Centro Espacial de Alcântara (CEA), o VSB-30 e a PSM. Abriremos, também, um mercado para a indústria espacial brasileira, para os empreendedores e para as Instituições de Ciência e Tecnologia”, explicou o presidente da AEB.

Operação Santa Branca

A Operação Santa Branca tem como objetivo qualificar a Plataforma Suborbital de Microgravidade (PSM), desenvolvida em parceria entre a AEB, a empresa Orbital Engenharia, a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE). Com a aprovação da PSM, o Brasil poderá explorar esse tipo de lançamento para os interessados na pesquisa científica e no desenvolvimento de tecnologias.

Diretor do CLA, o Coronel Engenheiro Fernando Benitez Leal celebrou o voo bem-sucedido do VSB-30. “A Operação Santa Branca se concretizou com sucesso. Foram meses de preparação para esse momento e, para nós do CLA, é uma sensação de dever cumprido. Agora temos todos os dados necessários para apresentar às empresas lançadoras”.

https://www.airway.com.br/primeiro-foguete-produzido-100-no-brasil-e-lancado-no-maranhao/?fbclid=IwAR1u0eoApmcEZ_CZ8UshnsqGGw21sKuzcEzIVhDg6B3n5mtsF0K0ee1TjZY

SANTANA

SANTANA - Jornalista/ Bacharel em Ciência Política / Sociólogo/ Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia e Política de Segurança Pública

Deixe um comentário