Na manhã dessa quarta-feira, 17, a Guarda Civil Metropolitana atuou em uma operação conjunta com a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) e com a concessionária de energia ENEL.

A operação foi realizada na Serra da Cantareira, na região de Taipas, zona oeste, com a finalidade de localizar estações de transmissão de rádios denominadas “clandestinas”.

Foram localizadas 09 estações transmissoras, 17 equipamentos de internet e aproximadamente 20 pontos de ligação de energia irregular (furto de energia). Os agentes da ANATEL recolheram os equipamentos e os da ENEL realizaram o desligamento das redes de energia, tendo sido recolhido um grande volume de cabos elétricos.

A GCM contou com equipes da Guarda Civil Metropolitana Ambiental (IDAM Anhanguera e BDAM Cantareira), da Inspetoria de Operações Especiais (IOPE), da Inspetoria de Ações com Motocicletas (IAMO) e da Inspetoria do Canil.

A participação dos cães foi importante para a operação, pois eles, após treinamento específico para esta ação, auxiliaram na indicação dos locais onde estavam as estações de transmissão clandestinas.De acordo com a ANATEL, o material recolhido interrompeu a transmissão de 13 rádios irregulares.

Ainda segundo a Agência Nacional de Telecomunicações, as rádios clandestinas oferecem risco a voos do Aeroporto do Campo de Marte e perigo à navegação aérea do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

As ligações elétricas, que são realizadas de forma improvisada e muitas vezes em péssimas condições, oferecem o risco de incêndio nas áreas de proteção ambiental da região da Serra da Cantareira.Guarda Civil Metropolitana, desde 1986 zelando pela sua segurança.

https://www.facebook.com/guardacivilsp/photos/pcb.6504288706280226/6504284576280639/

By SANTANA

SANTANA - Jornalista / Bacharel em Ciência Política / Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia da Segurança Pública

Deixe um comentário