Grazi Vieira

Muita gente me pergunta, aqui ou nas minhas outras páginas, desde quando eu sou antifeminista e por quê, e a resposta é muito simples: sou antifeminista desde sempre, mas esse posicionamento tem sido mais necessário nos últimos tempos, em razão das ações desse movimento tão nocivo estar cada vez mais presente em tudo, inclusive na vida dos meus filhos, querendo influenciar as nossas escolhas individuais e particulares.O motivo? Simples também: trata-se do movimento mais nojento e hipócrita que existe!Por mais que a maioria das feministas tenham uma desculpinha gravada na ponta da língua pra reproduzir por osmose em todas as ocasiões contrárias ao movimento, eu afirmo: o movimento feminista NUNCA defendeu os interesses das mulheres, ele defende seus próprios interesses ATRAVÉS de mulheres que adotaram aos seus comandos, por objetivos nem sempre tão claros, porém muito específicos.Lugar de mulher é onde ela quiser, elas disseram… ah, sério mesmo, linda?

Mas e se essa mulher quiser ser uma militar?E se ela quiser ser de direita?E se ela defender o uso de arma para proteção pessoal?E se ela quiser ser conservadora?E se ela se posicionar contra o aborto?E se ela quiser defender e praticar os princípios cristãos?E se ela quiser ser esposa, mãe e dona de casa?Aí ela será atacada, humilhada e agredida, exatamente como na foto do post, porque, ao escolher ser tudo isso, ela está indo na contramão dos interesses, não das mulheres, MAS DO MOVIMENTO!

O correto então seria as feministas afirmarem que lugar de mulher é onde o movimento quiser!O feminismo é uma piada de péssimo gosto que tem tentando se enraizar cada vez mais na sociedade, desconstruindo bases importantes no âmbito moral, religioso e familiar para alcançar um nível de liberdade que conduz para o desregramento e a libertinagem, de uma forma mascarada para fazer parecer que é algo bom e natural.

Coisas que eu, sempre que for possível, lutarei contra!Eu não tenho movimento e nem bandeira pra levantar, eu defendo convicções baseadas nos ensinamentos bíblicos e regras morais que meus avós e meus pais tinham e que eu ainda acredito ser o melhor termômetro de conduta.

https://web.facebook.com/photo/?fbid=570439974018019&set=a.101608690901152

By SANTANA

SANTANA - Jornalista / Bacharel em Ciência Política / Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia da Segurança Pública

Deixe um comentário