• seg. mar 4th, 2024

NÃO TEMOS O AMANHÃ, SOMENTE O AGORA

Prof. João Alexandre | UNICESDH

Em tempos de facilidades, superficialidades, automações e agora da tal inteligência artificial, deixar de pensar se tornou um imperativo escravizador e alienador da humanidade.

Parece que toda uma engenharia alienadora se especializou em subtrair da espécie humana o seu principal atributo que define quem somos, seres pensantes.
Retirando a educação, não se constrói as culturas. Sem as culturas, não há sociedades. Sem sociedades, finda-se o habitat natural das relações humanas e interpessoais, deixando de existir o espaço de evolução e transformação que nos trouxe até aqui.
Com o fim da capacidade de se relacionar, há um esvaziamento de tudo aquilo que nos torna sensível, resiliente, amoroso e solidário enfim, humanos de fato. E para esses que não conseguem mais estabelecer amizades reais, a tecnologia fornece uma grande possibilidades enganosa de possuírem pseudos amigos e seguidores nas versões virtuais, onde pessoas solitárias, emocionante doentes e isoladas possuem 30 ka de amigos que sequer sabe o nome ou teve algum relacionamento real. Há uma lógica nisso?

A hora é de parar e reassumir os destinos da vida, desligar as tomadas, abrir as janelas e olharmos o sol, que nos chama para fora, para usufruir das vitaminas da vida. O sol de agora , do dia de hoje.

E amanhã? Amanhã não existe, pois ele está sendo desenhado no universo do que ainda virá a ser estando fora do nosso controle e longe de nossas mãos destruidoras.

Não se deixe alienar, atrofiar, escravizar por vicios e tecnologias, de pensar, de cultivar os poucos amigos que verdadeiramente possui, de comer o que gosta, ir onde tem vontade, de andar de chinelos, ter um pet de sua preferência, de ficar ou ir embora, de sair e não voltar e principalmente de mudar.

O dia é hoje, o momento é agora. E o amanhã? O amanhã? Não existe, como já explicado, mas ele virá certamente. E o que ele encontrará? Uma pessoa melhor, mais viva, mais ativa e consciente de que viver é algo que só a inteligência humana sabe como é, pois as demais coisas são apenas construções dessa mesma mente e por isso não poderá jamais lhe limitar.

Vá e viva o seu dia de hoje como alguém livre que é desde que por aqui nasceu.

#unicesdh #cesdh #pmbnoticias #cienciaspoliciais #comunidade #sociedade #professorjoaoalexandre

By SANTANA

Jornalista/ Bacharel em Ciência Política / Sociólogo/ Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia e Política de Segurança Pública

Deixe um comentário

Verified by MonsterInsights