FAB e Artilharia do Exército foram autorizadas a abater aeronaves consideradas hostis durante a posse de Jair Bolsonaro, em 1º de janeiro. Decreto publicado pelo governo federal nesta sexta traz cinco critérios sobre as aeronaves que podem ser abatidas, como uma que lançar paraquedistas ou desembarcar tropas sem autorização. A medida nunca aconteceu em posses presidenciais, mas chegou a ser autorizada na Copa de 2014. Acompanhe todos os detalhes dessa medida no áudio.

https://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/235909/em-ato-inedito-decreto-autoriza-abater-aeronaves-n.htm?fbclid=IwAR2rhRr00lDBqEHXuFopAhEnbsze6q5C0XrYWYO7JgfYnvx9yreVIbXL-hk

By SANTANA

SANTANA - Jornalista MTB 0073071-SP/ Bacharel em Ciência Política / Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia e Política de Segurança Pública

Deixe um comentário