6 de agosto de 2021

PMB Notícias

Santana Jornalista

Advogada do Presidente explica julgamento do TSE

A advogada do Presidente da República, Karina Kufa, traduziu na noite de ontem (9/6), o “juridiquês” do julgamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a cassação da chapa Bolsonaro x Mourão.

O julgamento contou com transmissão simultânea no canal do TSE no Youtube e tratou de uma acusação da Marina Silva (Rede) e do Guilherme Boulos (Psol) contra a chapa eleitoral de Bolsonaro, em torno de uma página do Facebook chamada “mulheres contra Bolsonaro” que teria sido hackeada por um período de 24 horas.

Karina considera esta acusação pífia mas destaca que “desse julgamento saberemos como irão proceder nas demais ações, ou seja, se vão aceitar o inquérito do STF na ação q analisa o suposto uso de WhatsApp sem prestação de contas.

Com relação suposto uso de disparos irregulares de Whatsapp, ela afirma que “não nos preocupa, pois nada foi feito de irregular na campanha!

Confira abaixo:

Em decorrência dos diversos pedidos para traduzir o juridiquês (rs), vou tentar explicar de forma simples o que aconteceu nos julgamentos do TSE.

O julgamento de hoje finalizou com votação de 3×2 pela produção de perícia para saber o q aconteceu com a página mulheres contra Bolsonaro. Pedido de vistas do Min Alexandre de Moraes.

1. Até hoje nenhuma prova foi apresentada, o MPF e a PF concluíram q não houve crime eleitoral

2. Não há prova da autoria do rackeamento;

3. Se for provado que houve rackeamento para beneficiar a campanha do presidente, não existe gravidade na conduta apta a ensejar cassação. Lembrando q a página ficou supostamente fora do ar por 24h e estamos falando de uma página de FB

4. Não há prova de q o rackeamento foi de conhecimento do JB e EB, q somente souberam da página mulheres com Bolsonaro. Nada mais.

5. A decisão só vai definir se vão terminar o assunto e julgar essa ação exdrúxula ou se vão manter uma ação dessas em andamento p/ não dar em nada

6. Desse julgamento saberemos como irão proceder nas demais ações, ou seja, se vão aceitar o inquérito do STF na ação q analisa o suposto uso de WhatsApp sem prestação de contas. Aqui tbm não nos preocupa, pois nada foi feito de irregular na campanha!

7- Aproveito para parabenizar o ministro corregedor OG que enfatizou a importância da duração razoável dos processos eleitorais, que pela natureza devem ter os julgamentos céleres! Não é crível que as AIJEs passem o meio de 2019 sem um resultado final.“, tuitou a advogada.Karina Kufa@KarinaKufa · 

Em decorrência dos diversos pedidos para traduzir o juridiquês (rs), vou tentar explicar de forma simples o que aconteceu nos julgamentos do TSE.Karina Kufa@KarinaKufa

O julgamento de hoje finalizou com votação de 3×2 pela produção de perícia para saber o q aconteceu com a página mulheres contra Bolsonaro. Pedido de vistas do Min Alexandre de Moraes.
1. Até hoje nenhuma prova foi apresentada, o MPF e a PF concluíram q não houve crime eleitoral7.406Informações e privacidade no Twitter Ads1.140 pessoas estão falando sobre issoKarina Kufa@KarinaKufa · Respondendo a @KarinaKufa

2. Não há prova da autoria do rackeamento;
3. Se for provado que houve rackeamento para beneficiar a campanha do presidente, não existe gravidade na conduta apta a ensejar cassação. Lembrando q a página ficou supostamente fora do ar por 24h e estamos falando de uma página de FBKarina Kufa@KarinaKufa

4. Não há prova de q o rackeamento foi de conhecimento do JB e EB, q somente souberam da página mulheres com Bolsonaro. Nada mais.
5. A decisão só vai definir se vão terminar o assunto e julgar essa ação exdrúxula ou se vão manter uma ação dessas em andamento p/ não dar em nada6.221Informações e privacidade no Twitter Ads788 pessoas estão falando sobre issoKarina Kufa@KarinaKufa · Respondendo a @KarinaKufa

6. Desse julgamento saberemos como irão proceder nas demais ações, ou seja, se vão aceitar o inquérito do STF na ação q analisa o suposto uso de WhatsApp sem prestação de contas. Aqui tbm não nos preocupa, pois nada foi feito de irregular na campanha!Karina Kufa@KarinaKufa

7- Aproveito para parabenizar o ministro corregedor OG que enfatizou a importância da duração razoável dos processos eleitorais, que pela natureza devem ter os julgamentos céleres! Não é crível que as AIJEs passem o meio de 2019 sem um resultado final.7.015Informações e privacidade no Twitter Ads985 pessoas estão falando sobre isso