Em uma sociedade em que todos são induzidos a serem iguais, copiarem a marca, o modelo, o estilo, o jeito de falar, a gíria e até a forma de ser e agir; pensar diferente, andar pelo caminho tradicional ou alternativo paralelo é considerado uma ofensa.

Pensamentos diferentes causam inveja, raiva, perseguições e por vezes nos colocam em situações onde temos que justificar o óbvio, dada a tamanha falta de lucidez de quem está ao nosso redor.Em uma sociedade como essa, o que de fato temos que ser é autênticos firmar posicionamentos, nem que isso implique que fiquemos em menor número ou isolados.

Uma pessoa sem opinião vive na sombra para tentar agrada a uma maioria, mas deixa de existir, é mais um na multidão.Continue com seus projetos, prossiga com aquela ideia que alguém diz que não vai dar certo e persista em suas teorias. Tente executar aquele projeto onde te chamaram de maluco.

Faça o que você pensou ou tem vontade.Não se deixe limitar pelas ideias dominantes, pois uma das características de quem não tem opinião, é simplesmente condenar, impedir, retardar ou eliminar aquele, cujo ponto de vista é o mais coerente, lúcido, correto e perfeitamente aplicável.

Prof. João Alexandre | UNICESDH #unicesdh#escoladecomando#IPEP#pepcex#CESDH#conhecendoosjustos

By SANTANA

SANTANA - Jornalista / Bacharel em Ciência Política / Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia da Segurança Pública

Deixe um comentário