• sex. jul 19th, 2024

PMB NOTÍCIAS

Tudo que você precisa saber, agora ao seu alcance.

A grande cidade de Uruk se tornou uma potência suméria de tecnologia, arquitetura e cultura

Lar de Gilgamesh, Uruk foi a principal força de urbanização e formação do estado durante o 4º milênio aC. Na Epopeia de Gilgamesh, diz-se que o rei construiu as muralhas monumentais da cidade. Pode haver alguma verdade na lenda, essas paredes, assim como outras estruturas da cidade, foram desenterradas por arqueólogos.

Onde está Uruk?

Uruk era uma das cidades mais importantes do sul da Mesopotâmia. Esta cidade fica a cerca de 241 km (150 milhas) ao sul de Bagdá, a atual capital do Iraque. Nos tempos antigos, Uruk estava situada nas margens orientais de um canal do rio Eufrates. Ao longo dos milênios, no entanto, o canal secou e seu curso se desviou da cidade em cerca de 19 km (12 milhas).

A antiga cidade de Uruk também é conhecida em árabe como Tell al-Warka e em aramaico/hebraico como Erech. Acredita-se que o local de Uruk tenha sido estabelecido já no período Ubaid (que durou por volta do 7º ao 4º milênio aC). Embora a história de Uruk possa ser traçada arqueologicamente até o 6º milênio aC, e talvez até mais atrás, a ascensão da cidade à proeminência ocorreu apenas por volta de 3800 aC. Como Uruk se tornou a principal força de urbanização e formação do estado, o período que durou aproximadamente de 3800 a 3200 ficou conhecido como o ‘período de Uruk’.

O Período Uruk

O período Uruk é caracterizado pela formação das primeiras cidades-estados na Mesopotâmia. Durante o período anterior de Ubaid, vilas foram estabelecidas no sul da Mesopotâmia, e estas se transformaram em cidades. Essa urbanização continuou, com Uruk liderando o caminho. A urbanização desta antiga cidade é evidente na criação de arquitetura monumental.

Por exemplo, o lendário rei Gilgamesh é tradicionalmente creditado com a construção das muralhas de Uruk. Essas poderosas muralhas foram mencionadas na Epopéia de Gilgamesh, onde o herói pede a Ur-shanabi para inspecioná-las. Partes da muralha da cidade foram descobertas durante as escavações do início do século XX. Outras estruturas monumentais em Uruk incluem o Anu Ziggurat, vários outros grandes templos e edifícios administrativos.

Escavando a cidade da Mesopotâmia

Uruk foi escavado principalmente por equipes alemãs, e seu trabalho no local ajudou a melhorar nossa compreensão desta cidade antiga. Além da arquitetura monumental da cidade, outras evidências arqueológicas serviram para demonstrar a ascensão de Uruk à proeminência durante o 4º milênio aC.

Por exemplo, foi nesta cidade que foram descobertos os primeiros indícios de escrita, na forma de simples pictogramas inscritos em tábuas de argila. Bens de luxo do exterior também foram encontrados, indicando que a cidade estabeleceu comércio com terras estrangeiras. Além disso, parece que os governantes de Uruk seguiram uma política expansionista agressiva.

Evidência de Expansão

Inicialmente, a expansão territorial de Uruk concentrou-se nas planícies iranianas do sudoeste a leste da Mesopotâmia. Em Susa (uma cidade localizada a cerca de 250 km (155 milhas) a leste de Uruk), por exemplo, foram descobertos selos de cerâmica e bulas (contadores). Esses objetos tinham uma função administrativa, e o conceito provavelmente foi trazido para lá pelo povo de Uruk.

Parece que a expansão de Uruk também chegou mais longe. Por exemplo, a cultura material de Uruk foi descoberta em áreas tão distantes quanto a Síria e o sudeste da Anatólia. A natureza desses assentamentos ainda é objeto de debate. Alguns, por exemplo, argumentaram que eram colônias ou postos comerciais estabelecidos pelos habitantes de Uruk, enquanto outros sugeriram que eram moradores locais que procuravam imitar a cultura de Uruk.

Com o passar do tempo Uruk continuou a ser uma cidade importante para as várias civilizações que vieram a governar a Mesopotâmia, incluindo os acadianos, assírios, aquemênidas e selêucidas. A cidade acabou sendo abandonada por volta do século II dC.

Fonte: Ancient Origins

https://www.new-age-gamer.com/l/a-grande-cidade-de-uruk-se-tornou-uma-potencia-sumeria-de-tecnologia-arquitetura-e-cultura/?fbclid=IwAR3rWaAa5vfJAWYUKTIE1xRjXeoWMbRaxkLu8zyuq7DslI9ndwKovJFLhRk

By SANTANA

Jornalista/ Bacharel em Ciência Política / Sociólogo/ Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia e Política de Segurança Pública

Deixe um comentário

Verified by MonsterInsights