No último Domingo Espetacular, da TV Record, uma reportagem intitulada “A Polêmica dos Sem Terrinha” causou uma intensa repercussão.

Na terça-feira (12), o deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS) enviou um ofício ao ministro da Educação, Ricardo Vélez, sugerindo uma “fiscalização rigorosa” no currículo das escolas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

“O objetivo é investigar as denúncias de doutrinação ideológica e a possível responsabilização criminal dos pais desses alunos”, diz o texto, ao qual O Antagonista teve acesso.

Jerônimo também acrescentou que:

“É sabido que as estruturas educacionais não possuem a chancela das autoridades educacionais, tampouco seguem a grade curricular chancelada pelo MEC, portanto, não podem ser consideradas ‘escolas’.”

A medida do parlamentar veio logo após a transmissão da reportagem da TV Record.

Nas gravações é possível ver as crianças fazendo vários gritos de guerra e venerando famosos assassinos, como Che Guevara, que chegou a dizer em discurso na ONU que amava o cheiro de sangue de suas vítimas.

https://youtu.be/mq7ZmlCsKgk
https://www.diarioconservador.org/2019/02/14/sem-terrinha-mst-treina-criancas-para-se-tornarem-guerrilheiros/?fbclid=IwAR2EzRu5w_j5FxASSuRuWDZ9CiOfKDRsuMTqZJLAlGjtYv4p5TIY4QhVA20

By SANTANA

SANTANA - Jornalista / Bacharel em Ciência Política / Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia da Segurança Pública

Deixe um comentário