Alerta vermelho

Por: Carlos Alexandre Braga

Em tempos de pandemia do Covid-19, o Brasil tem seus profissionais de saúde exigidos ao máximo, em um cenário pior que de uma guerra. Vivemos um quadro, no qual o sistema de saúde pública, e mesmo o privado, já sofriam deficiências de todas as ordens e estes profissionais estão dando um exemplo de perseverança e solidariedade no atendimento ao ser humano. Profissionais esses, que chegam ao seu limite físico e psicológico, para não deixar a população sem atendimento. Junto com a crise na saúde, paralelamente está a crise econômica, que mata e diminui as oportunidades, aumenta as desigualdades, gera pânico, e o principal, a doença social da insegurança pública.
Em estudos recentes, confirma-se que a crise econômica provoca diretamente o aumento proporcional da violência e da criminalidade. Com isso, diante do atual cenário, é notório que se aproxima a crise da segurança pública e os governantes devem providenciar um plano de contingência IMEDIATO.
Mas, o que estamos vendo é a falta de cuidados com os agentes das forças de segurança, que estão na linha de frente para dar cumprimento às medidas de isolamento social de combate ao novo coronavírus, assim como cumprir suas atribuições na segurança pública. Estamos assistindo a contaminação de nossos agentes municipais, estaduais e federais, e a morte de vários deles por todo pais, o que em curto prazo, acarretará o exaurimento das forças no momento de extrema sensibilidade do sistema de segurança pública.
O medo, a incerteza, o vírus, as pressões psicológicas, a insegurança, a dúvida, a falta de Epi’s, a desinformação, as fakenews, a falta de apoio dentro das instituições, a ingerência, as baixas no efetivo, a criminalidade, entre outros fatores, farão com que as forças de segurança entrem em colapso, quando toda a sociedade mais precisará delas.
Caso nada seja feito imediatamente, as consequências virão na velocidade da Internet, e quem pagará a conta, mais uma vez, será a sociedade.


CARLOS ALEXANDRE BRAGA – EX-COMANDANTE GERAL DA GCM SÃO PAULO. ATUAL
PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DAS GUARDAS MUNICIPAIS DO BRASIL, MEMBRO
DO COSELHO NACINAL DE SEGURANÇA PÚBLICA, BEL EM DIREITO, MESTRE EM
POLITICAS PUBLICAS E CURSO DE ADM. POLICIAL E SWAT NOS EUA/FLÓRIDA/ORLANDO.
e-mail: carabraga@ig.com.br
fonte: http://guardasmunicipaisbrasil.com.br/20190905/2020/2020.05.12-Seguranca-Publica-em-crise.pd

https://youtu.be/tItzKDHMpKU

By SANTANA

SANTANA - Jornalista / Bacharel em Ciência Política / Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia da Segurança Pública

Deixe um comentário