O delegado Gustavo Mesquita, presidente da Associação dos Delegados de São Paulo, reagiu às declarações do governador João Doria após ele, juntamente com outros 13 governadores, manifestar apoio aos ministros do STF e colocar a Polícia Civil paulista à disposição para proteger os membros da corte em caso de ruptura institucional entre os poderes da República. Para Mesquita, a Polícia Civil cumpre a Constituição e não a vontade do governador.“

A Polícia Civil é uma instituição de Estado, não de governo. Neste sentido estaremos sempre prontos a cumprir com nosso dever que emana da Constituição Federal, que é defender a integridade das instituições e o próprio Estado Democrático de Direito”. Haverá inquérito para apurar se João Doria está interferindo na Polícia Civil?

https://www.facebook.com/carteiroreaca/photos/a.261427274055496/1668644340000442/

By SANTANA

SANTANA - Jornalista / Bacharel em Ciência Política / Gestor em Segurança Pública e Policiamento / Pós graduado em Sociologia da Segurança Pública

Deixe um comentário