5 de agosto de 2021

PMB Notícias

Santana Jornalista

MP vai torrar R$ 2,2 milhões com celulares tops para promotores

O Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) vai gastar R$ R$ 2,2 milhões para comprar para comprar 280 celulares. A licitação foi concluída no dia 19 de novembro e prevê a aquisição de 201 celulares Iphone 11 Pro Max, com preço unitário de R$ 8.376. O valor total gasto só com Iphones será de R$ 1.683.576. 

Ainda serão comprados 64 celulares modelo Galaxy Note 20 Ultra 5G com um preço unitário de R$ 6.328. O total é de R$ 404.992. A licitação também prevê a compra de 15 celulares Galaxy S10. O preço unitário do produto é de R$ 3.120 e o valor total do contrato é de R$ 46.800. 

A soma total dos três contratos é de R$ 2.232.328,00. A licitação é para registro de preços para ‘futura e eventual’ aquisição dos celulares. 

Veja aqui o documento

Outro lado

Assessoria do MP informou que a aquisição se faz necessária pelo avanço dos trabalhos de forma virtual

Veja a nota na íntegra:

MPMT adquire celulares para melhorar atuação virtual dos membros

Com relação à aquisição de aparelhos celulares para uso funcional dos seus membros (Promotores e Procuradores de Justiça), o Ministério Público de Mato Grosso esclarece que:

– como os notebooks que estão em uso funcional pelos membros do MP perderam a garantia, já que os contratos firmados anos atrás para sua aquisição se exauriram, bem como aqueles para fornecimento de novos desktops (computadores de mesa) já se findaram, impôs-se a necessidade de novas aquisições para substitui-los.

– A Administração da instituição então solicitou ao Departamento de Tecnologia da Informação (DTI) e ao Centro de Apoio Operacional – Conhecimento, Segurança e Informação (CAOP/CSI) a realização de estudos para identificar qual seria a melhor solução tecnológica para substituir os referidos equipamentos. Os estudos apontaram que a melhor alternativa seria a troca por aparelhos celulares de tecnologia de ponta, por diversas razões.

– O trabalho remoto tem avançado cada vez mais nos órgãos e instituições do sistema de Justiça, incluindo o Ministério Público, exigindo dos promotores agilidade e versatilidade em sua atuação institucional, realizando despachos e outros procedimentos fora dos seus locais de trabalho. É cada vez maior, por exemplo, o número de audiências judiciais e extrajudiciais realizadas de forma virtual, fenômeno que se intensificou ainda mais com a pandemia da Covid-19.

– Do ponto de vista técnico, as avaliações do DTI/CAOP/CSI apontaram que os celulares, que têm preços similares aos de computadores de mesa e notebooks, além de disporem de ferramentas mais modernas e maior memória, proporcionam mais segurança, reduzindo a possibilidade de ataques cibernéticos aos sistemas do Ministério Público.

– Com relação ao processo de aquisição, optou-se pelo registro de preços, o que permite a compra dos equipamentos em lotes, de acordo com a demanda que for se apresentando ao longo da vigência do contrato. Foi feita licitação, seguindo o regramento vigente para aquisições pelo poder público.

Entre os membros que receberão os aparelhos, estão os Promotores de Justiça Substitutos recém aprovados em concurso público e que tomarão posse em 2021.

Ministério Público do Estado de Mato Grosso

Departamento de Comunicação/Decom

https://www.reportermt.com.br/poderes/ministerio-publico-vai-gastar-r-2-2-milhoes-com-celulares-r-1-6-milhao-so-com-iphone/125687

QUAL A NECESSIDADE DE COMPRAR ESTES APARELHOS TOP PARA SERVIDORES QUE JÁ GANHAM ALTÍSSIMOS SALÁRIOS..BEM ACIMA DO TETO DA PREVIDÊNCIA..ABSURDO!! NESSE PAÍS, O RABO BALANÇA O CACHORRO!!