11 de agosto de 2021

PMB Notícias

Santana Jornalista

Morre Guarda Municipal de Curitiba (PR), vítima da Covid-19

O agente Sanderlei tinha 54 anos e morreu nesta quarta-feira (10)
O policial Sanderlei, da Guarda Municipal (GM) de Curitiba, é mais uma vítima da Covid-19. Ele estava internado no Hospital Santa Cruz e apresentava uma boa recuperação clínica. No entanto, teve uma recaída e morreu nesta quarta-feira (10). O guarda trabalhava na Central de Flagrantes da capital, no bairro Portão.
A auxiliar da coordenação e supervisora da Central de Flagrantes, sargento Márcia Rodrigues Geraldo, convivia com Sanderlei e destaca que o colega deixa ótimas recordações. “Em nome dos policiais militares que atuam na Central, eu digo que o Sanderlei era um profissional extremamente competente, respeitoso e parceiro. Ele estava conosco há algum tempo e irá fazer falta, não só para nós que atuamos aqui, mas sim para toda a sociedade”, disse à Banda B.
A morte de Sanderlei, que tinha 54 anos, causou grande comoção entre amigos e colegas. Nessa terça-feira (9), a esposa do agente publicou uma mensagem (veja abaixo na íntegra) nas redes sociais destinada aos colegas do marido, em que comemorava a melhora do agente que estava internado. “Boa noite! O Sam continua em quadro delicado, começou com hemodiálise no dia de hj, pois os rins pararam. Padrão respiratório apresentou discreta melhora! Continuamos numa corrente de oração para que ele se recupere!”, disse.
O sentimento de alegria foi transformado em dor 24 horas depois. Para Márcia, é algo inexplicável. “É muito triste saber que ele perdeu essa luta de forma muito rápida. Que Deus conforte toda a família”, concluiu ela.
Em nota, a Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito e a Guarda Municipal lamentaram a morte de Sanderlei. Leia na íntegra:
“A Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito e a Guarda Municipal lamentam o falecimento do servidor Sanderlei Rodrigues da Silva, nesta quarta-feira (10/2), devido a complicações em decorrência de covid-19.
O secretário interino da Pasta e comandante da Guarda Municipal, Carlos Celso dos Santos Junior, e o coordenador do Grupo de Pronto Emprego Operacional (GPEO), supervisor Antonio Flausino, se solidarizam com a família, amigos e colegas do profissional.
“Companheiro do antigo Cods, o Centro de Operações da Defesa Social, onde todos estavam acostumados a ouvir seu chamado e acionamento em ocorrência, via rádio ou telefone. Ajudava os guardas na Central de Flagrantes da Polícia Civil na confecção dos boletins de ocorrências”, relembra o comandante Celso.
Com 54 anos e integrante da 19ª turma de formação da Guarda Municipal, o servidor estava na corporação desde o ano de 2007. Deixa a esposa, Luciana do Rocio Stelmak, e três filhos, Kaê Pietro, Emmanuel e Dayan. O sepultamento será em Morretes, no litoral do Estado, sua cidade natal.”

http://amigosdaguardacivil.blogspot.com/2021/02/morre-guarda-municipal-de-curitiba-pr.html