6 de agosto de 2021

PMB Notícias

Santana Jornalista

Militares veem tentativa do STF de se livrar de decisão equivocada sobre pandemia

O ataque do ministro do STF Gilmar Mendes, acusando o Exército de se “associar ao genocídio” foi recebida com indignação nos meios militares.

Mas aqueles que raciocinam politicamente na caserna não acreditam em declaração “impensada” do magistrado.

Ao contrário, acham que é uma estratégia do STF para fugir da responsabilidade de haver afastado o Planalto do comando no combate à pandemia.

Foram os ministros do STF que transferiram aos governadores as ações contra o Covid-19.

Os militares perceberam a estratégia quando Gilmar acusou o governo de “fugir à responsabilidade” que o próprio STF retirou do presidente.

O general Augusto Heleno reconheceu que o presidente foi cerceado nas ações contra o covid-19: “A decisão parece que não foi das mais sábias.”

Heleno afirmou que o STF merece respeito, mas “às vezes” a Corte tem pisado na bola.

fonte: Coluna Claudio Humberto, do Diário do Poder.

foto: Radio Corredor